terça-feira, 1 de setembro de 2009

Exterior?

Eu preparei bem o meu terreno, e em breve ele ficará pequeno pra tanto eu.. E se essa tristeza criou raízes secas em mim, não pense que com lágrimas vou encharcá-las.. A nossa colheita nunca é única, mas eu garanto que é beem seletiva!



Hoje definitivamente comecei a achar que sofrer por amor, por saudades, por algo que não consegue ser alcançado, por outrem é fácil. Melhor dizendo, dói menos!
Quem parar um pouco pra ler meus textos mais antigos podem perceber vários dedicados a amores perdidos, amizades sem alicerces e alegria infinitas em grupo... Mas hoje, me deparei com um aperto no peito em que a maior, e única causadora dele, sou eu! Dessa vez não depende de um olhar, nem de uma sorriso nem de palavrinhas de amor... Não depende da cumplicidade de meus amigos e nem força moral de minhas amigas.
Dizem que pra amar o outro, temos que ter o amor próprio, certo? Se depender da minha atual 'baixa auto-estima', acho que muita gente vai ter que esperar por esse amor...
Eu estava me dedicando tanto aos meus 'assuntos' que, sem perceber, passei a tratá-los como se fossem de uma terceira e pessoa e me abandonei. Pensei que só organizando o meu interior, me entupindo de afazeres construtivos e prazerosos ia bastar pra uma vida feliz e eu nunca precisaria me olhar no espelho e me deparar com o meu estereótipo...
Eu não falando de uns dias e só, isso faz um bom tempo.. Mas tudo bem, hoje (espero que nem tão tarde assim) eu resolvi prestar atenção pra fora também, e quero me sentir agradável por completo...
Sabe quando a gente estuda em biologia reflexo involuntário, pois bem, com ele hoje eu reagi apenas me escondendo de mim mesma... E não pensem que isso é fácil de se aturar...
Mas, isso não vai durar muito, eu garanto!

6 comentários:

Thiago L. disse...

Que nada, você é apaixonante no interior e no exterior(e muito)! beijão clarinha

. Cαroline Fαriαs ⋆ disse...

Obrigada pelo comentario no meu blog, vim retribuir!
e parabéns pelo blog, o texto está muito bom.
vou seguir-te.
um beijo e sucesso com o blog!

CamilaS. disse...

Você tem um problema que muitas muheres tem, normal isso! Espero que consiga atingir seus objetivos pra que se sinta melhor cada dia mais! Um beijo linda

CamilaS. disse...

"Eu preparei bem o meu terreno, e em breve ele ficará pequeno pra tanto eu.. E se essa tristeza criou raízes secas em mim, não pense que com lágrimas vou encharcá-las.. A nossa colheita nunca é única, mas eu garanto que é beem seletiva!" QUE FRAAASEEEE VIU???

Aline disse...

Oi Clara!!
Sempre que leio ou escuto alguém falar assim, tão tristemente de sua vida me dá um aperto no peito e uma louca vontade de fazer alguma coisa para ajudar. Como estamos muito longes só posso ajudar com minhas palavras...
Sabe, acho que o grande objetivo dessa vida tão frágil, seja ser feliz. Quando você é feliz tudo parece se resolver de uma maneira bem mais fácil, os problemas parecem menores.. E sabe o que você precisa para ser feliz? Fazer somente as coisas que te deixam extremamente feliz!
Parece bobeira, mas pense com você se o que faz te deixa feliz, se não, mude! Se você não se sente bem com seu corpo dê um jeito, faça um regime, ou alguma coisa para que fique feliz. Se acordar cedo e sair para sentir o cheiro da manhã te faz feliz, faça isso!
Você vai ver que mudando pequenos hábitos, aos poucos sua vida vai melhorar..
Beijoss

Anna Larissa. disse...

Aconteça o que acontecer, continue sorrindo, esse momento descrito no texto pode ser resumido (ao meu ver) nessa frase: "Crescer significa mudar e mudar envolve riscos, uma passagem do conhecido para o desconhecido." ou essa: "Ah, se eu pudesse me arrumar por dentro,
tudo calminho nas gavetas"

É apenas uma fase, e eu garanto que não demora de passar. Sua força é maior do que sua fraqueza insiste em mostrar. Boa sorte e conte comigo, amiga!