quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Desaprendendo?


Aí é que ela acertou! Desaprendeu a amar e deixou as lembranças ilusórias, pra ele não esquecer que apesar das diferenças, ela era a maior responsável pela felicidade dela. E o engraçado é que a gente acha que a 'amar' se aprende e desaprende... Na verdade, são experiências - amores e paixões que como vem, também vão (na verdade, nem sempre vão). E nessa sucessão de experiências, a gente vai acumulando aprendizados, saudades e muitas lembranças. Pra alguns, dói acumular tudo isso... mas para os 'sábios', cada aprendizado, saudade e lembrança é usado como um degrau pra subir, subir e subir...
Ps.:Fernanda, você ainda é uma 'bebê', mas não poderia me dá uma lição melhor ;)

8 comentários:

Flávia Diniz. disse...

Ai que lindo.

é preciso sorrir, sempre.

Beijos.

Carool; disse...

aaai que lindo, preciso "desaprender" a amar e aprender a superar.

Dil Santos disse...

Oi Clarinha, tudo bem?
Concordo plenamente, cada paixão, cada experiência, faz com que crescemos e evoluimos cada vez mais, faz com que ñ cometemos os mesmos erros novamente.
Adorei o comentário, brigadão querida
Bjo
:)

Caroline Farias disse...

cada amor, cada paixão é uma forma de aprendizado para amarmos cada vez mais!
adorei!

beeijo ;*

Tata disse...

Às vezes, o melhor jeito de aprender é desaprendendo!!!

bjinhos

PS ADOREI O AQUÁRIO NO FINAL DO SEU BLOG!!
Dá a dica vai? Ande conseguiu?RS
bjinhos

Schermak, Anna disse...

Lindo texto :D

Tiago L. disse...

Fico sem surpreendido com suas palavras maravilhosas que sempre conseguem chegar até mim do jeito mais meigo possível... adoro seu blog!

Tiago L. disse...

aa... e desculpas por ter demorado a postar meus comentários! estava sem tempo, mas sempre venho aqui, e voltarei a comentar todas suas ''obras''! beijo