quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Nova*mente?


Não venha você controlar o que sinto. É de se compreender que se interesses por todo o meu eu. Mas de infeliz maneira - pra ti - eu gosto mesmo é de falar de amor. Gosto de descrever aquelas dores que me rasgam o peito, gosto de me alertar de consequencias e me encher de causas. Não reclame do quanto escrevo AMOR, é tão gostoso falar de risos frouxos e corações apertados, é tão bom sentir - mesmo que momentaneamente - o coração palpitando, mãos suando e pensamento aqui, viajando por vários mundos levando com ele só sentimento. SENTIMENTO...
Pois é, logo você reclamando de amor.
Nem toda rima é perfeita, meu caro. As melhores rimas e de mais perfeita simetria, não são feitas com as palavras já prontas, mas sim, com quem as escreve, derrama e desabafa as emoções em letras.

PS1 - Não irei fazer um pedido de desculpas... E sim, pedidos de mil perdões. Sei que foi muito tempo sem postar aqui - estava envolvida em gincana e depois provas.

PS2 - Ahh, também um muito obrigada pelo carinho, adorei ter recebido algumas mensagens no meu e-mail de meus amiguinhos perguntando o motivo da demora pra postar! Fiquei realmente lisonjeada :)

10 comentários:

Eloisa disse...

Tudo o que eu queria dizer, você sintetizou! Eu falo de amor porque sou amor. Porque vou falar de outra coisa, se o que interessa são os risos soltos e o coração apertado? Bem disse.

Mas diga-me o segredo, de onde ecoa Beirut aqui? O coração palpitou, apertou, as borboletas bateram asas, me comprimiram. Gosto tanto, tanto.

Um grande beijo pra você!

Fernanda disse...

que bom que voltou!
Tava sentindo falta de teus textos.

HSLO disse...

Maravilha que você voltou, te espero lá no meu blog viu.

abraços


Hugo

Schermak, Anna disse...

Liindo *-* Parabéns Clarinha

Priscila disse...

O amor merece os melhores textos, o meu maior tempo! Amo falar de amor, sentir amor, respirar amor..
sou amor e não quero me desfazer dele tão cedo por tão pouco.

Beijos

Caroline Farias disse...

Lindo, lindoo!

Que bom que volto, estava com saudades das suas postagens!

beijo ;*

Gabriela Castro disse...

Eu sou bem como você. Não sei escrever sobre outra coisa não. O amor é simplesmente a minha maior inspiração.
beijos

Anna Larissa. disse...

Falar de sentimento é bom, principalmente para quem está de bem com eles, né princesa!?
Muito bom te ter de volta.
beijo!

Rotiv disse...

Olá ;)
Um sorriso :)
http://onzequatrosetenove.blogspot.com/
http://bloteigas.blogspot.com/

Pedaços de Tempo disse...

Sem dúvida que, as melhores rimas não são simétricas e muito menos feitas de palavras já prontas! mas sim dos sentimentos e emoções do seu autor(a)!

Belo texto de Amor e, seja bem-vinda menina desaparecida...

Também tenho sentido a sua falta nos meus últimos post´s.

Bjs deste lado do atlântico,
CR/de