terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Um conto de fadas

É o sonho e a ilusão de quase toda garota encontrar seu 'príncipe encantado' certo?!
Mas eu acho que, vale a pena perguntar: a gente tá procurando a coisa certa?
Então, vamos lá.
Na vida de uma garota ela encontrou três príncipes (e quem disse que pra ser príncipe precisa ser único?)

Príncipe número um: o primeiro, portanto, importantíssiiiiimo.
Conviveu e amou, é amou mesmo! Confiou tudo, trejeitos, segredos, dúvidas e a vida.. Até que, descobriu-se o esperado: príncipes também têm defeitos! Mas esse não era o problema. O problema é que ela achava que ele seria o único. Daí, muuuito depois de ter se doado, percebeu que estava há muito sendo enganada. Mas aí? aí já era tarde.. Se arrepender mais uma vez nem valeria a pena. Foi uma decepção e tanto, e por ser a primeira, marcou!

Príncipe número dois: o inesperado, portanto, muuuito importante!
Diferente de todos que ela conhecia. Ela desejou e o esperou. Decorou todos os passos e pedia todos os dias para tê-lo. Mas desejou tanto, maaais taanto.. Que quando ela percebeu que a sua vontade enorme não cabia nos planos dele, resolveu desistir.. E aí?! Ele não se importou, o que fez ele deixar de ser um príncipe. Mais uma decepção.

Príncipe número três: o não desejado nem esperado, portanto, o que mudou tudo.
Ele sabia de todos os príncipes dela. Sabia que ela não o desejava, sabia que não era ele que ela queria. O que ela queria? descobrir mais um vez 'o que houve de errado'. E aí?! O príncipe número três prometeu ao mundo que a teria e faria dela uma mulher feliz.. E aí?! E aí ele cumpriu com sua promessa.
Então agora você me pergunta: era ele o príncipe certo?! E eu te respondo sim.
Não pelo jeitão despojado e debochado, não pela simplicidade e o carinho que faz ela se sentir a mulher mais amada do mundo. Mas sim, certo porque ele mostrou pra ela que existem príncipes! Porém as pessoas, aah.. essas não são realmente o que importa. O que faz você dizer: 'valeu a peena!' ou 'foi uma decepção' não é seu príncipe, não tem que seeer ele!
Tem que ser algo maior, tem que ser a fonte geradora disso tudo, tem que ser a causa, o que fez ele virar um príncipe, algo forte, que marque, cicatrize!
Desse tamanho todo só há uma coisa: SENTIMENTO!
Ahh, é em saber que ele é recíproco que faz a gente soltar esses risinhos bobos, que faz a gente sonhar com a mesma coisa durante meeeses, que faz a gente ficar chorando ouvindo uma música ou até assistindo algo.
E quando a gente chora de tristeza?! Nãão, não é por causa do príncipe que foi embora ou que te decepcionou.. O porquê?! o seu sentimento deixou de ser recíproco, ou porque ele, o sentimento, deixou de existir, foi embora ou simplesmente.. mudou!
O que faz o momento se tornar perfeito, é aquela coisa que tá dentro de você, que faz suas pernas tremerem e faz você imaginar mil coisas em um só segundo.
Se fosse realmente 'o príncipe', o meu príncipe, poderia ser o seu, o dela, o deleee.. Sem escolhas, qualquer um serviria..
Mas na verdade, aquele aperto no peito de saudade a gente não sente à toa.

Portanto, esqueça, deixe de engrandecer tanto o 'ele' ou 'ela'..
Faça crescer o que tá dentro de você, a paixão, o amor, o desejo! Aah.. esses sim são sentimentos MÁGICOS, e são os responsáveis pelos calafrios mais prazerosos que alguém pode ter ;)

Um comentário:

[Márcia Carolina] disse...

Como sempre arrasando né! \o/

Pois é... senti um pouco de certeza nesse texto... huuuuuuuuuum....

o que será?


Menina, vc é inteligente de mais! Ora...

bjus!